Quase 70% dos abortos tem causa cromossômica – dependendo da idade da mulher. Com o exame de cariótipo do concepto, método convencional, em cerca de 60% das vezes, não há resultados. Com AFERO®, criado pela Chromosome®, é possível obter resultados esclarecedores sobre a etiologia do aborto com até 99% de precisão e acerto. Ou seja, um mapeamento genético com altos índices de sensibilidade e especificidade que pode trazer algum alívio quanto à causa do aborto e, principalmente, esperança para a próxima tentativa de engravidar. Nossos testes de análise de aborto são realizados por técnicas de biologia molecular, o que possibilita obter resultados em 100% dos casos – o que não acontece com outras técnicas de análise, que dependem de células vivas para obtenção de algum resultado. Como complemento do rastreamento genético do concepto, fazemos também o diagnóstico genético diferencial quando o feto abortado é do sexo feminino. Estudos demonstram que o teste de cariótipo não é capaz de diferenciar os cariótipos da mãe e do feto feminino, uma vez que a natural contaminação celular chega a 95% dos casos. Para realizarmos o diagnóstico genético diferencial do feto feminino, basta que a mãe nos envie uma amostra de DNA, coletada de sua saliva ou sangue. Se o resultado for negativo, ou seja, a causa do aborto não é identificada, o material ficará estocado sem custo adicional para o paciente e poderá ser utilizado para qualquer análise genética complementar futura. O Painel Genético para análise de Aborto, exclusividade da Chromosome®, tem ainda um aspecto prático importante: material fetal ou restos ovulares podem ser enviados em um recipiente estéril com soro fisiológico de qualquer lugar do Brasil ou do exterior.